Raiz de Davi
comentários

O bom ancião

Recém chegado à cidade, o novo pastor não conhecia quase nenhum dos membros de suas quatro igrejas. Numa rápida passagem pelas congregações, o pastor conheceu apenas alguns anciãos.
Menos de uma semana depois de ter chegado à cidade, ele recebeu em sua casa a inesperada visita do delegado, já por volta das 10 horas da noite.
Preocupado, ele não fazia a mínima idéia do que faria ali o delegado.
Muito desconfiado, abriu a porta e deixou que o homem da lei entrasse.

Com ar muito sério, o delegado perguntou se o seu João era membro da igreja do pastor.
Seu João era nada menos que o ancião espiritual da maior igreja da cidade.
Todo desconsertado, o pastor não sabia o que responder e, meio gaguejando, ele disse: “O seu João…o seu João … bem, ele … freqüenta nossa igreja, sim”.

Depois de responder, ele passou a ouvir atentamente o que disse o delegado.
“Pois fique sabendo, pastor, que aquele homem é uma bênção na nossa rua. Por causa dele muitas pessoas foram convertidas. E hoje vim lhe procurar para dizer que eu também quero aceitar Jesus”.

Agora, o pastor mudou totalmente sua fisionomia preocupada e respondeu cheio de orgulho: “Ah, o irmão João é na verdade o ancião de minha igreja. Na minha ausência, ele é uma espécie de pastor”.

Essa lição nos mostra o quanto o testemunho é importante e o quanto muitas vezes nos enganamos com as pessoas.

Comentários
0 Comentários

comentários:

Postar um comentário

Não serão aceitos comentários sem identificação.

 
Exibir/Esconder
Top